Está em busca de crédito para aquisição de casa própria? Talvez sua procura tenha chegado ao fim! A Caixa Econômica Federal anunciou sua nova linha de crédito para esse fim, com taxas competitivas, quando comparada ao mercado, sendo de 2,95% ao ano mais IPCA. Contudo, essa modalidade só está disponível para servidores públicos e em “condições especiais”, o que inclui clientes com conta salário no banco, prestação do financiamento debitada direto na conta e perfil de bom pagador.

De todo modo, as taxas variam para servidores e trabalhadores do setor privado e também conforme o relacionamento do cliente com o banco.

  • Trabalhadores do setor público
  • Condições especiais: 2,95% a.a. + IPCA
  • Com relacionamento + conta salário: 3,95% a.a. + IPCA
  • Com relacionamento com a Caixa: 4,45% a.a. + IPCA
  • Sem relacionamento com a Caixa: 4,95% a.a. + IPCA
  • Trabalhadores do setor privado
  • Condições especiais: 3,25% a.a. + IPCA
  • Com relacionamento + conta salário: 4,25% a.a. + IPCA
  • Com relacionamento com a Caixa: 4,75% a.a. + IPCA
  • Sem relacionamento com a Caixa: 4,95% a.a. + IPCA

Esse modelo poderá ter utilidade para financiar até 80% do valor de imóveis novos e usados, com prazo de até 360 meses. O valor da prestação será corrigido mensalmente, de modo que o cliente opte pelo modelo atual, que cobra juros entre 8,5% e 9,75% ao ano mais TR (Taxa Referencial).

O que acontece é que os juros do financiamento imobiliário ficam limitados à taxa prefixada pela Caixa, já que a TR é igual a zero desde 2017 em razão da queda da taxa Selic. Esses juros terão utilidade no financiamento dos imóveis (Sistema Financeiro de Habitação) e pelo SFI (Sistema Financeiro Imobiliário).

É importante pontuar que essas taxas não são válidas para o Minha Casa, Minha Vida, que cobra juros mais baixos.

Veja também: Cartão Caixa Simples; Confira o cartão sem anuidade e disponível para negativados

Saiba tudo sobre empregos, estágios, cargos públicos e muito mais no Notícias de Emprego

Leia também

Confidencial divulga oportunidade(s) para Analista de Faturamento

Formação Necessária: Curso Superior completo em Administração, Contábeis, ou áreas afins. …