O programa de MBA é considerado um dos 10 melhores dos Estados Unidos na área de negócios. Veja como se candidatar:

Por Gustavo Sumares, do Estudar Fora

access_time 19 ago 2019, 15h00

A Marshall School of Business, da University of Southern California (USC), está oferecendo bolsas para seu programa de MBA nos EUA em 2020 a estudantes brasileiros.

Considerado um dos 10 melhores dos Estados Unidos na área de negócios, o International Business Education and Research MBA, ou IBEAR MBA, é um programa de um ano, criado para profissionais em meio de carreira. As inscrições vão até 31  de dezembro.

Para tirar dúvidas sobre as bolsas e sobre seu programa, a universidade também realizará uma infosession online no dia 28 de agosto (quarta-feira) às 19h. Participarão dela o diretor-associado do IBEAR MBA, Pankaj Bhushan, e diretor do escritório brasileiro da universidade, Marcus Costa. As inscrições podem ser feitas por meio deste link.

Qual é o diferencial do IBEAR MBA?

Penha Martins, que fez o programa como bolsista, conta que ele gera um ambiente altamente internacional, com pessoas de muita experiência.

“O ambiente é muito interessante por causa dessa questão de ter gente do mundo inteiro. E como a maior parte do meu grupo já tinha uma experiencia de liderança, a gente pode discutir temas relevantes, como motivação e implementação de estratégias globais, e ter uma diversidade de opiniões muito grandes”, conta.

Graças a esse ambiente, ela considera que o aprendizado do MBA nos EUA foi além do conteúdo da sala de aula. No convívio com colegas de diferentes nacionalidades, ela considera que os estudantes desenvolvem a “capacidade de se adaptar sem perder a sua essência”.

“É um aprendizado que você não tem formalmente, mas só pelo convívio, e a USC oferece isso”, diz.

Outro aspecto interessante do MBA é o profundo senso de comunidade que os alunos e ex-alunos nutrem. “[a escola] Tem eventos com frequência para trazer ex-alunos para falar sobre sua experiência no mercado. As pessoas voltam pro campus, participam dos eventos, e orientam as os alunos atuais”, conta.

Esses eventos incluem viagens internacionais: Penha diz ter participado de viagens para China, Vietnã e Vale do Silício para conhecer esses ambientes; em cada uma, sua turma visitou empresas de destaque, sendo recepcionada por ex-alunos da Marshall que atualmente trabalhavam lá.

Segundo Penha, a escola também oferece “career advisors”, que atuam em diversas frentes para conectar os estudantes ao mercado de trabalho. Essa atuação inclui serviços de coaching como revisar CVs, estabelecer metas e orientar a carreira dos alunos, mas se estende também para articular encontros e visitas a empresas junto com ex-alunos da escola.

“Não é alguém que vai conseguir uma entrevista para você, mas que vai te assessorar para que você mesmo consiga”, comenta.

Como se candidatar às bolsas de MBA nos EUA

A seleção exige que o candidato comprove um mínimo de seis anos de experiência profissional e diploma de bacharel antes do início do programa.

Para se candidatar, é necessário enviar cópias do histórico acadêmico, diploma e CV (acompanhadas de versões em inglês), nota do GMAT ou GRE, e nota do TOEFL ou IELTS.

Também é preciso preencher um formulário online, que inclui essays e duas cartas de recomendação. Mais detalhes sobre o processo de candidatura podem ser vistos aqui. As inscrições vão até 31 de dezembro.

Segundo Penha, para escrever bons essays, o candidato deve ter claro em sua mente como o curso se encaixa em sua trajetória de carreira, o que o IBEAR MBA nos EUA poderá agregar à sua formação e como ele poderá contribuir ao grupo e à comunidade da qual fará parte estudando lá.

“Você tem que ter um perfil não só de fazer parte do grupo, mas também passar a ser um sponsor dessa organização de alguma forma”, comenta.

Fazer isso, no entanto, exige uma reflexão profunda sobre a própria carreira. E fazer essa reflexão, de maneira a criar uma argumentação sólida para o application, foi o maior desafio do processo na experiência de Penha.

“Você precisa deixar muito claro na sua cabeça por que você que essa experiência internacional é tão importante para você. Ter essa argumentação sólida e não seguir um caminho comum de só querer ‘viajar para viajar’ é o mais importante”, comenta.

Este artigo foi originalmente publicado pelo site Estudar Fora, portal da Fundação Estudar

Leia também

FFM divulga oportunidade(s) para Estagiário Programação

Área de Atuação: Complexo Hospital das Clínicas Requisitos: Graduação Cursando em áre…