Depois de terem anunciado a convocação de 800 aprovados no último concurso para soldado, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) divulgou neste início de maio que o cronograma do certame irá ser alterado.

As convocações são referentes ao concurso realizado em 2014 e foram viabilizadas a partir de um acordo entre o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Segundo ele, o Legislativo deixará de receber R$ 95 milhões em 2019 e R$ 105 milhões em 2020, verba que será usada para o pagamento do salário dos policiais.

Para permitir a chamada dos policiais, a Alerj já tinha incluído, na lei que garantiu a entrada no Regime de Recuperação Fiscal (Lei 7.629/17), uma emenda prorrogando a validade dos concursos.

Anteriormente, elas estavam previstas para abril, mas agora serão realizadas em junho e nos demais meses que constavam no edital. Ao longo do ano, espera-se que a corporação tenha 3 mil novos soldados.

Confira o novo cronograma de convocações:

  • Junho: 500 convocações;
  • Julho: 500 convocações;
  • Agosto: 500 convocações;
  • Novembro: 500 convocações;
  • Dezembro: 500 convocações;

Segundo a Secretaria de Estado da Polícia Militar, o cronograma foi alterado para que os 500 aprovados convocados em fevereiro pudessem cumprir o curso de formação de forma adequada.

Devido a atual crise econômica no Rio de Janeiro, as instalações do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), local onde são ministradas as aulas e treinamentos do curso e que possui cinco companhias de ensino, lida com problemas quanto a manutenção de suas instalações.

Nossa principal preocupação é oferecer instalações compatíveis para a formação dos futuros praças. Nosso curso de formação não se resume a salas de aula. Precisamos estar em condições de atender outras demandas como alojamento, alimentação, municação, armamentos, instrutores, fardamento, entre outros itens, afirmou o Comandante do CFAP, Coronel Marcelo Teixeira.

Concurso PMERJ 2019: Intenção é recompor quadros da corporação

Em janeiro deste ano, o governador Wilson Witzel afirmou que sua intenção é contratar 6 mil novos soldados até 2020. Dentro desse quantitativo, 3 mil admissões serão provenientes do concurso realizado em 2014, ou seja, a outra metade deve ser oriunda de novos certames.

Anteriormente, Witzel havia sinalizado positivamente quando a abertura de concursos anuais com 2 mil oportunidades para soldados.

A investidura na carreira de soldado da PMERJ exige ensino médio completo, idade entre 18 e 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, categoria “B”.

Durante o curso de formação, o soldo dos militares é de R$ 2.213,62. Ao término do período, os aprovados passam a perceber vencimento de R$ 3.452,55.

Saiba tudo sobre empregos, estágios, cargos públicos e muito mais no Notícias de Emprego

Leia também

Confidencial divulga oportunidade(s) para Coordenador de Tecnologia da Informação – v2071126

Descrição CRITÉRIOS PARA CANDIDATURA Este processo seletivo é voltado para o público inter…